Seguidores

domingo, 24 de dezembro de 2006

Carta ao Pai Natal

Querido Pai Natal,
Todos os anos, os meninos e meninas escrevem-te uma cartinha a dizer-te que se portaram mesmo bem todo o ano e que és um velhinho fofinho. Balelas, como tu sabes - na verdade, essas crianças de todas as idades até podem ter sido uns estafermos o ano todo, mas negam-no; e, infelizmente, a parte em que te elogiam também não passa de uma forma de te dar graxa.
Como aqui n'O Nicho do Gato Metaleiro gostamos de ser honestos, aqui te envio uma cartinha diferente daquelas que costumas receber, certa de que me vais ficar agradecida por esta refrescante forma de ver o Natal e todas as coisas a ele (e a ti) associadas.
Ora bem, posto isto, quero-te dizer que, ao contrário de todos os outros meninos e meninas, eu posso dizer que nem sempre me portei bem. Claro que não vou entrar em pormenores (é tudo imensamente confidencial, compreenderás), mas quero-me redimir criando aqui uma wishlist de prendinhas para ti. Sim, porque acho que é injusto que sejas sempre o desgraçado que oferece tudo e não recebe quase nada em troca! Assim sendo, aqui segue a tal lista das coisas que gostava que recebesses e o porquê de tais escolhas:
  • Uma banda gástrica - eu sei, eu sei, é uma coisa invulgar, mas confessa que andas a ficar cada vez mais rechonchudinho, e isso, na tua idade, não pode ser saudável. Imagina tu que ficas preso numa chaminé! Era uma chatice... E com isto passo para o próximo item na minha lista;
  • Um equipamento de alpinista - andar a subir e descer chaminés pode ser uma tarefa dolorosa e um Pai Natal da vanguarda tem que ter o melhor dos equipamentos (sim, porque eu sei que tu nem sonhas em fazer batota e pedir aos elfos que façam o exercício todo por ti);
  • Lubrificante - para pôr na chaminé para deslizares melhor (e não ligues aos pensamentos impuros que os outros meninos e meninas possam ter tido ao ler isto);
  • Um extintor - a Mãe Natal já deve andar farta de te remendar os fundilhos das calças chamuscadas pelas lareiras acesas;
  • Comida vegetariana - os tradicionais biscoitos e o copo de leite podem ser charmosos, mas confessa lá que ao fim de algum tempo enjoam... para não mencionar a tal coisa de te alargar o bojo. Comidinha vegetariana era uma alternativa saudável e, se ficasses rabujento com a falta de açúcar, era da maneira que começavas a premiar as crianças bem-comportadas e a castigar as endiabradas com mais afinco;
  • Um equipamento sado-maso - sim, porque eu tenho a certeza que, por detrás desse ar angélico que tu tanto te esforças por mostrar, tens um lado mais malandreco. Aposto que tu e a Mãe Natal gostariam de ter uns acessórios para apimentar a vossa relação! (Sim, porque eu não acredito que um casamento tão longo aguente os restantes 350 dias do ano só com renas e neve e neve e renas...);
  • Um trenó de titânio - eu sei que a madeira é tradicional e tal, mas já é tempo de aderires às novas tecnologias. Afinal de contas, qualquer dia os amigos dos direitos dos animais vão-te bater à porta e exigir que deixes as renas em paz! Dá um descanso às coitadas e faz um upgrade ao teu material voador.
  • Um gestor de conta - eu sei que tu és altruísta e gostas de ver as crianças felizes, mas vê lá se um dia não entras em falência, da forma como isto anda...
  • Uns óculos novos - sei que esta prenda pode ser um bocado bota-de-elástico, mas eu sei de fonte segura que há crianças que ficam chateadas contigo depois de abrir as prendas, porque te pedem um foguetão e recebem um par de meias. Só posso chegar à conclusão que andas a ler mal os pedidos, não é? E, agora, por fim;
  • Um sistema GPS - não me leves a mal, velhote, mas a verdade é que não é com os obsoletos mapas que chegas lá! Tenho reparado que o teu mapa tem certas partes do planeta apagadas, como a África. Como tu não tens mariquices de racismos e politiquices parvas, sei que isso só se pode dever ao facto de teres um mapa de mil setecentos e troca-o-passo. Toca a começar a pensar nas crianças que não têm chaminé (e, pensando bem, c'os diabos, também se devia fazer uma lista de prendas tropicais para ti... e vacinas).

E pronto, Pai Natal, espero que não me leves a mal esta minha ousadia, mas acho que também mereces que pensem em ti nesta altura do ano, já que no resto do ano te tornas miragem. Faz umas boas viagens, não te esqueças de descansar e beber bastante chá quente, leva um casaco quentinho e elogia as tuas incansáveis renas!

(Ah, e por favor coloca caca de rena no sapatinho dos meninos que aumentam os impostos mas conduzem carros topo de gama... melhor, coloca a caca nos assentos dos carros. Obrigada.)

Com os melhores cumprimentos e votos de um Feliz Natal,

Leonor

2 comentários:

Belinha disse...

LoL

Matt disse...

Epa! queria so deixar aqui um pequeno headbang! ... ta fixe! .. sim senhor... so uma coisinha! ... creio q seria melhor um trenó em fibra de carbono propulsionado por um motor de combustão de oleo de fritar batatas!... acho q isso sim seria uma boa prenda!