Seguidores

terça-feira, 20 de setembro de 2005

Gatos... metaleiros



Este blog chama-se, como os mais atentos repararão, "O Nicho do Gato Metaleiro". Pois bem, a verdade é que ainda não coloquei nada aqui que fale de gatos, como bem comentou a Pipa, que tirou os três ao blog (o SPAM não conta, pois claro - ver "comentários" ao primeiro texto).
Claro que me enchi de vergonha. Não morasse eu num apartamento, cavava um buraco no chão e enfiava lá a cabeça. A sério. Assim, para compensar a minha querida amiga, vou hoje falar das minhas crianças peludas. Mais concretamente, do que elas se encontram, neste preciso momento, a fazer. Isto, claro, devidamente ilustrado com fotos, senão não tinha piada nenhuma, perdia-se o fio à meada e o stress da incerteza tomava conta de nós.
Então, perguntam vocês, o que andam a tramar os meus gatos? Mistério... Suspense... Antecipação...
Eles têm uma vida ocupadíssima. A sério. Atentem na pose angular e tensa do Squish, solidariamente deitado ao pé de um romance de Dean Koontz, que eu ando morta para ler mas não posso por excesso de trabalho (mas que tenho ao pé só para efeitos de tortura), e do meu portátil, decorado com a metafórica cereja em cima do "bolo" (vá, pelo menos é vermelho!): um livro de terapia cognitiva da depressão, aquele tipo de literatura que nos apetece ler de fio a pavio sentados na casa-de-banho, para depois tomar banho e... chorar a dor de traseiro.
O Igas está introspectivo, em cima da cadeira da vovó, que prontamente o retirará do seu local de meditação Zen quando chegar a casa, por motivos de vazio estomacal. Reparem no ar de angústia existencial dele, como se estivesse prestes a descortinar a razão do sofrimento humano e animal e fosse debitá-lo ao mundo. Estou solidária contigo, irmão.
Miau :)

5 comentários:

Phil_Cat disse...

Ai, que vidas de... gato!

Já coloquei o teu blog na listinha à direita dos meus posts, para não esquecer de ver diariamente :)

E, diga-se em minha defesa, que eu não tenho por hábito andar por aí a tirar a inocência aos blogs (nem a outras coisas). No entanto, tenho de assumir a culpa em dois ou três :P

Beijão, linda! :)* E festinhas aos teus dois negros ;)

Cláudia disse...

Hehehe, tá fixe! E os teus bichanos pretuchos gostam de metalada? ;o) Cá para mim é mais clássico!

Elsa disse...

Gatos, gatos... todos tão belos e fascinantes! :) Adoro pretos!

bixana disse...

Olha os dois pretinhos lindos!!!!! A Ísis manda lambidelas e turrinhas ao primo Igas! :)
Mas olha, eu não sei porquê também não imagino os teus gatos como metaleiros...

Cat disse...

Lindo!
Lês sobre a Depressão? Estás em Psicologia ou Psiquiatria? Há mais literatura (online) sobre o assunto aqui.

P.S.: Posso comprovar, por experiência própria, que os gatos são a melhor terapia para a Depressão ;)