Seguidores

sábado, 17 de fevereiro de 2007

Cor mariquinhas

Vou directa ao assunto: se há cor que me irrite, essa cor é o rosa. E, já que o blog é meu e eu sou má, apetece-me discorrer acerca das razões todas que me fazem detestar essa cor. Por isso, ponham os cintos e acompanhem-me nesta fascinante (ou não) viagem pela cor mais entediante da História das ditas.




  1. "Cor-de-rosa" - começamos logo com este nome altamente falacioso. Já repararam que, quando se fala em rosas (a flor), pensamos imediatamente nas rosas vermelhas? Isto se formos pessoas normais e saudáveis e nada patetas, claro. Vermelho, essa cor fabulosa que desperta paixões e já fez cair Impérios (antes que um historiador qualquer me queira corrigir, aviso que estou a dar uma de José Hermano Saraiva e inventar os factos à medida da minha imaginação). Isso sim, é uma cor de gente crescida.

  2. Cor de menina - falando em gente crescida, já repararam que todas as mães adoram vestir as suas criancinhas do sexo feminino de rosa? Será uma forma de assegurar que elas nunca brinquem com tractores e Action Men? Obrigada mãe, por nunca me teres vestido de rosa e por me teres deixado brincar com G.I. Joes. Isso explica tanto acerca da minha pessoa.

  3. Rosa é um vermelho mal sucedido - para mim, o cor-de-rosa foi, em tempos idos, quando os deuses ainda povoavam a Terra, uma cor deslavada (tipo bege) que quis ir mais longe. Era uma cor com ambições, com pretenções a chegar a algum lado e ser alguém. Tanto se esforçou que começou a mudar, a mudar mesmo para melhor, quando sofreu um desgosto qualquer e se ficou pelo meio termo. O seu objectivo era o vermelho e ficou-se pelo primo afastado, rosa. Pensando bem, isto podia ser uma alegoria acerca de tanta coisa na vida de tanta gente...

  4. Rosa tornou-se popular através da malícia - "já que não posso ser uma cor famosa e deslumbrante, vou conquistá-los por outros meios! Vou fazê-los pensar que rosa é fixe e fazer disto moda! Muahahah!" E assim começaram as modas patetas de meter cor-de-rosa em tudo o que é coisa. Ah, e também foi assim que o Bush, Jr. fez campanha para a presidência dos EUA e ganhou...

  5. Rosa já é cor de gajo - depois de ter visto um bom amigo meu (que conheci na sua fase metaleira) com uma camisa rosa, tive que me render e perceber que esta maldita e venenosa cor já se inflitrou também nas hordes masculinas. E, convenhamos, um homem tem de estar mesmo seguro da sua masculinidade para vestir cor-de-rosa com descontracção (ou isso ou mostrar à namorada que a ama, se a camisa for ofertada por ela). Falando em camisas e abrindo um parêntesis, gostava que algum elemento do sexo masculino me dissesse se seria capaz de usar uma camisa de padrão de pele de cobra em qualquer cor, e que cor seria ela. Estou a fazer uma sondagem. Obrigada.


  6. Já não sei o que mais dizer desta cor feiosa.

Posto isto, eu gostava de dizer que lamento que o rosa não tenha chegado a vermelho, que lamento que a moda goste tanto dela (cor de vómito de camelo também me parece ter potencialidades e não vemos o Gaultier todo excitado com ela, não percebo) e que não haja um fenómeno cataclísmico qualquer que faça com que o raio da cor caia em desgraça.


(imagem: http://www.gaffer.org.uk/images/pink_bike_ride/PINK%20BMX.jpg)

5 comentários:

caxineira disse...

Eu acho que estás a sofrer do Síndrome da Cor Rosa... o problema é que a tua mãe não usou muito o cor de rosa e agora não te consegues livrar do teu desejo inconsciente de usar cor de rosa...o teu inconsciente não está a trabalhar bem esse desejo e isso transforma-se em ódio à cor... Diz lá que não foi lindo!!

Pat disse...

Este post em conjunção com o do "Leonardo" faz-nos pensar sobre a tua relação com a tua sexualidade... Precisas que a malta abra o fundo "Leonardo" e comece a angariar uns tostões? :P

Lux Caldron disse...

Tenho uma amiga que utiliza mto uma expressão que é a seguinte: "To much pink damage the brain!" e eu concordo completamente ela.Numa mulher eu ainda tolero, embora não goste mto de ver, mas num gajo... ele só pode mesmo ter o cérebro avariado! Mas por acaso é engraçado.Principalmente quando estou num bar com os meus amigos e entra um gajo desses pelo bar a dentro...é excelente. é k é uma mesa inteira a desatar a rir, e se por acaso ele calha ser nosso amigo então é gozado a noite toda...
já agora quanto ao padrão de pele de cobra,axo k não,só se fosse o padrão de uma cobra negra mas mesmo assim não sei.

Raquel Mendes disse...

Não partilho o teu ódio, mas também não adoro o cor-de-rosa... É umas daquelas cores em que nunca pensei muito... Talvez pense um pouco assim sobre o roxo (ou outras variações desta côr).Mas, como sempre, adorei ler a tua opinião :)

Isis disse...

EU TBM ODEIO COR DE ROSA!!!!