Seguidores

domingo, 23 de abril de 2006

Palettes


Aqui há umas semanas, decidi que queria pintar o meu novo quarto. Já que me vou mudar para outro local onde vou passar muito tempo a babar a almofada de olhos fechados, ao menos que tenha umas paredes limpas e de ar cândido para as poder imaginar no escuro.
Desta feita, havia que adquirir umas cores que combinassem com a minha disposição nos próximos meses (sim, que ser chique implica ter mais que uma cor nas paredes - assim, como sou minimalista e chiquérrima, escolhi que haveria de ter DUAS. Que radical, sei lá).
Uma cor teria que ser alva e pura como a minha consciência, pelo que a escolha óbvia foi o branco; outra queria que reflectisse os lados obscuros e tenebrosos da mente que eu juro que não tenho (lados obscuros, claro... que mente já todos sabem que me falta). Assim sendo, fui à caça de tintas, nas lojas da especialidade.
É giro que, para nos chamar a atenção, os fabricantes não se limitam a declarar o óbvio. Ou seja, um branco simplex não se limita a ser isso mesmo, mas será um "branco nuvem". Um cinzento será um "cinzento crómio aveludado" e um vermelho é um "vermelho cereja explosiva." Será que eu vou ter mais vontade de comprar uma cor só porque ela tem nome de fruta, ou nome de furacão, ou de doença venérea?
Partindo do princípio que há alguma influência entre a nomenclatura das tintas e a vontade do consumidor em adquirir a dita, aqui ficam algumas sugestões várias, destinadas a dar mais cor (desculpem a redundância) à imaginação dos vendedores:
  • Rosa choque automóvel em cadeia;
  • Vermelho sangue mal coagulado em vésperas de feriado;
  • Verde musgo apodrecido em parede decrépita;
  • Amarelo ictrícia ao pôr-do-sol;
  • Roxo olho inflamado depois de pancada com rolo da massa;
  • Laranja caída há dias à beira da estrada nacional;
  • Cinzento rato de esgoto com problemas de caspa

O resto da palette fica por vossa conta, que eu não posso andar aí a distribuir estas ideias brilhantes a torto e a direito, sob pena de desequilibrar a balança da Economia Mundial.

(imagem: http://www.mecabrush.com/images/icons/airbrush_color_chart.gif)

3 comentários:

Phil_Cat disse...

Então e afinal qual foi a outra cor escolhida? :)

Leonor disse...

Ah, pois :)
Um vermelho cereja madura, ao sol posto, com a Lua em Marte... ehem.

Dreamscape disse...

Pois segundo o que nós tivemos a ver e tu acabaste por escolher seria esse vermelho cereja madura...lol...mas depois ao pintar era mais cerejas meio maduras...lol...mas este pessoal arranja cada nome para as tintas que nem lembra ao diabo, depois do meu valioso contributo ainda tenho de ver o trabalho final...pa ver s tu realmente és artista :P

***